Conectado com

#BoraViver

#BORAVIVER

Vamos começar nossa caminhada onde estaremos falando sobre a vida, do prazer de viver, do que podemos fazer pra viver bem e melhor dentro de casa, em nosso trabalho, na convivência com as pessoas e principalmente em momentos onde estamos sozinhos.  Talvez, em um quarto fechado em lágrimas, onde a tristeza por algo que não deu certo no dia que se foi, apenas a sós com nossos pensamentos.

A aventura que é a VIDA! O prazer de viver e desfrutar de dias melhores, celebrar os bons momentos, sorrisos e às vezes, as tristezas que fazem parte de nossa caminhada. Minha esposa é dona de um sorriso fantástico, um sorriso que contagia o ambiente, ela consegue achar graça em pequenas histórias, cenas que acontecem com as pessoas e até mesmo quando está dormindo, muitas vezes, solta o sorriso “escandaloso”! Eu, particularmente, aprecio esse sorriso todos os dias. Mas, já lhe vi chorando muitas vezes, ressentida por algum mal que lhe é causado. Onde quero chegar: que a vida sempre nos apresenta muitos cenários, e alguns deles inesperados, que mechem com nossas emoções.

Quantas vezes, de repente, recebemos uma pessoa que diz que tem duas notícias: uma boa e outra ruim; é claro, queremos sempre ouvir a boa primeiro, porque não queremos sofrer, não aceitamos ter que receber a notícia ruim primeiro. Mas, por que queremos a notícia boa primeiro? Muito simples: com tanta coisa ruim acontecendo ao nosso redor, a esperança que venha uma notícia boa é sempre melhor. Dentro de nós, sempre vai existir a esperança, sempre seremos motivados a acreditar que não é sempre que teremos notícias ruins; nossa motivação com notícia boa vem de dentro da alma, vem da nossa mente, que acredita, confia e quer sorrir com notícia boa e isso nós chamamos de otimismo. Pessoas que querem viver, pessoas que contaminam outros com a ideia #BORAVIVER, gente que não quer viver a vida amarga, azeda e que sabe onde procurar a alegria completa.

Quando Jesus, no sermão da videira verdadeira estava explicando essas palavras, Ele disse: “Tenho dito isso para que a minha alegria esteja em vocês, e essa alegria seja completa”. João 15:11. Agora um detalhe importante: e a notícia ruim, devo ouvi-la, mesmo sabendo que é ruim? Uma vez me deparei com essa situação e escolhi ouvir a notícia ruim primeiro, e a notícia boa não me deixou feliz, não era tão boa assim. Muito pelo contrário, não serviu de ânimo em nada.

Vivemos em tempos de muita informação e avalanches de más notícias, pessoas tóxicas e com tanta gente torcendo contra. Muitas vezes, resolvemos ficar com as nossas dificuldades e desesperanças guardadas dentro do cofre do coração, lá no fundo da alma, e achamos que ninguém está interessado em nos ouvir, ninguém está interessado na nossa dor, porque dizem que isso não é nada, às vezes nos dão bronca dizendo que estamos fazendo corpo mole e nem querem ouvir…

Por vezes, nos encontramos sozinhos, talvez em nosso quarto ou mesmo em meio a muitas pessoas e não encontramos mais motivos pra viver com tanta coisa ruim que nos acontece. Um fato relevante é que quando decidimos esconder nossas tristezas, então, elas resolvem nos sufocar, elas trazem mal, e aí que vem o semblante caído, os olhos cansados de tanto chorar, e nos escondemos atrás de nossos flagelos que nos tiram o sabor de viver a vida com bons olhos.

A verdade é que hoje nós temos escolhas. Assim como notícias ruins e notícias boas, ao nosso redor convivemos com pessoas boas e ruins, escolhemos viver ou escolhemos esconder em nós o direito de viver. Precisamos estar dispostos a ajudar, parar pra ouvir ou dar um abraço amigo. Chorem com os que choram e alegrem-se com os que se alegram. Nosso maior objetivo é ajudar os outros com a seguinte ideia…#BORAVIVER

#BoraViver
Pastor Andreson Luiz Zelinski

Continuar Lendo
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais em #BoraViver

Para o Topo