Conectado com

“Ninguém ignora tudo. Ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa. Todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre” Paulo Freire

Educação

“Ninguém ignora tudo. Ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa. Todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre” Paulo Freire

Por Luciana Cheuczuk – Coordenadora Pedagógica Fundamental II – 6º ao 8º ano – Colégio Evangélico Martin Luther

 

Ensinar e aprender é um ato constante que exige muita criatividade. É uma troca em que o educador procura encantar, contagiar e estimular os estudantes. Para isso, precisamos de um ambiente onde o diálogo esteja sempre presente e onde o educador seja o mediador que renova constantemente o seu conhecimento e liberta-se de ideias ultrapassadas.

Mudar é necessário e exige um árduo trabalho de desconstrução e reconstrução de todos. Precisamos urgentemente pensar e avaliar possíveis estratégias, sem medo de errar – e, se errarmos, procuram-se novas estratégias. O importante é estar disposto a renovar com novas competências e habilidades, com metas claras. Só assim, através da prática, o estudante se sentirá ativo e aprenderá a fazer e a construir o seu próprio conhecimento.

Hoje, mais do que nunca, precisamos de pessoas solidárias, éticas, tolerantes e com senso crítico, capazes de filtrar informações e distinguir o que é certo ou errado, sendo resilientes e, acima de tudo, propondo soluções criativas. A escola tem, por isso, a função de não impor ideias prontas, mas sim, de ensinar a pensar e refletir, não tomando por verdade tudo que se ouve e lê e possibilitando que o aprendiz faça conexões entre o conhecimento adquirido e suas vivências práticas.

Educação

Continuar Lendo
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais em Educação

Artigos Populares

Esporte, Saúde e Qualidade de Vida

Mãe que pedala…

Papo de Homem

Pessoa poderosa

Turminha da Paz

Isabel e Zacarias

Para o Topo