Conectado com

Pastores

A mesma imagem

Por Carlos Kracke

Olhando para esta foto, tirada às margens do Rio Itajaí-açu, na cidade de Ilhota (SC), percebe-se algo bem especial. Quase não conseguimos diferenciar o que são as nuvens e o que é o reflexo na água. A beleza da natureza, o encanto trazido pelos raios do sol, que vai se escondendo lentamente, faz com que “terra e céus” se confundam, revelando uma só imagem, que se sobrepõe a qualquer outra imagem ou realidade.

Olhando para esta imagem, me pergunto: o que ela me revela sobre Deus? O que ela me revela sobre a Igreja Cristã? Será que uma resposta a estas questões seria: “Se olho para um, logo conhecerei também o outro”? Ou ainda, “A Igreja cristã é o reflexo claro e inconfundível de Deus”?

O que você acha destas respostas? Vamos tentar exemplificar ainda mais: se Deus é amor, é na igreja cristã que este amor é vivido com todos, inclusive com o diferente. Se Deus perdoa pecadores, é a igreja cristã que acolhe estes pecadores, não importando o tamanho do seu erro. Se Deus é vida, é a igreja cristã que lutará pela vida de todos, não importando a quantidade de horas ou dias que esta vida tenha. Se Deus é a paz, é a igreja cristã que melhor representará esta paz no mundo.

Por sermos a igreja cristã, você provavelmente deve concordar que nem sempre somos confundidos com Deus, ou pior, a imagem que passamos Dele não é de um Deus perdoador, amoroso e de vida. O que fazer diante de tal constatação? Olhar para o quanto Deus ama pecadores, o quanto este amor é grandioso, pois só contemplando a obra salvadora de Jesus Cristo, vamos compreender que não apenas podemos refletir a imagem de Deus, como também confiar que nossos erros e nossas imperfeições são perdoados. Aliás, o amor e o perdão de Cristo só serão refletidos em nós quando reconhecermos que nada é mais bonito e encantador do que Deus. É Ele que “amou o mundo tanto, que deu o Seu único Filho, para que todo aquele que Nele crer não morra, mas tenha a vida eterna” (João 3:16).

Oremos para que nós possamos vivenciar e refletir este amor incondicional que Cristo tem por todas as pessoas. Oremos para que nossos braços e mãos reflitam aquilo que os braços e as mãos de Jesus sempre fizeram com os que sofriam. Oremos para que as crianças possam dizer: “Como é acolhedor o abraço de Jesus!”. E quando lhes perguntarem como elas sabem disso, elas possam dizer: “Sei que o abraço de Jesus é acolhedor pois ele é igual ao abraço das pessoas lá da minha igreja”.

 

Pastores

Continuar Lendo
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais em Pastores

  • Pastores

    E quem tem sede venha!

    Por

    Por Pastor Bruno N. Zastrow Há alguns anos, um pequeno barco navegava os mares da costa...

  • Pastores

    Startups e Deus

    Por

    Por Pastor Alfredo Bischoff Faz algumas décadas que o mundo se conectou geral. As pessoas têm...

  • Pastores

    É o apocalipse?

    Por

    Por Pastora Sandra Helena Fanzlau Essa pergunta me foi feita diversas vezes neste último ano. Em...

  • Pastores

    Como triunfar sobre as dificuldades da vida

    Por

    Por Reverendo José Roberto de Souza    “Jabes foi mais honrado do que seus irmãos. Sua mãe lhe...

  • Pastores

    Coronavírus (COVID-19). E agora?

    Por

    Por Pastor Adimar Pufal João 16:33 “Estas coisas vos tenho dito para que tenhais paz em...

Para o Topo