Conectado com

Letra de Mulher

Desculpe o atraso

No próximo dia 16 eu completo 21 anos de casada. No dia do meu casamento caía uma garoa fina, suficiente para deixar o dia úmido e não sustentar meu penteado. Mas lembro que sempre sonhei em casar no mês de maio, afinal, era o “Mês das Noivas”. Este mês foi escolhido como mês das noivas no hemisfério Norte, já que lá é plena primavera nesta época, e as flores são fartas. A fama de temporada casamenteira não é mais tão forte assim no Brasil. Aqui as pessoas preferem casar entre dezembro e janeiro, juntando as vantagens das férias com o reforço do décimo terceiro.

Eu sou descendente de alemães e meu pai aprecia e leva extremamente a sério a pontualidade. Tanto que, mesmo que o atraso da noiva fosse algo que se tolerava, na época, o único pedido que me fez foi de que não me atrasasse para o início da cerimônia.

Pontualmente, portanto, estava eu, vestida de noiva, esperando a uns 50 metros da porta da igreja. O motorista do carro foi até lá, para me avisar o momento exato de entrar. O problema é que ele não voltava mais. Eu via a movimentação em frente à igreja, via meu noivo (ele não tinha fugido!), mas não entendia por que ninguém entrava. Acontece que as madrinhas que estavam se arrumando em outro salão estavam atrasadas e com problema no zíper do vestido.

Aquele atraso foi resolvido, graças a Deus. Mas tem um atraso que não vai ser tolerado. Jesus contou a parábola das dez virgens, para que estivéssemos sempre atentas à Sua volta. Você pode conferir esta história em Mateus 25:1-13. As cinco virgens néscias, que não levaram azeite suficiente para esperar o noivo, acabaram ficando de fora do banquete, porque não estavam prontas na hora certa.

Muitas mulheres ainda vivem a vida como se desse tempo de voltar depois. Contudo, não há como marcar este compromisso na agenda. Ninguém sabe a hora que o noivo chegará e ninguém sabe a hora que Ele nos chamará.

Naquele grande dia, não vai adiantar “matar parentes”, “adoecer animais de estimação” ou “furar pneus de carro”. Nenhuma desculpa será aceita.

Fique atenta, irmã. Se você já entregou a sua vida a Jesus, continue firme. Não se deixe distrair pela preguiça ou pelas alegrias fugazes do mundo. Mantenha em si uma dose generosa do óleo do Espírito Santo, para que a sua candeia não se apague. “Vigiai, pois, porque não sabeis o dia nem a hora”. Mt. 25:13.

Acorde! Lá vem o noivo!

 

Letra de Mulher
Carla Schumann Nogueira

Continuar Lendo
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais em Letra de Mulher

  • Letra de Mulher

    Você é uma “mulher goteira”?

    Por

    Plim, plim, plim, plim, plim… Uma tortura, ninguém merece goteiras! Este barulho é capaz de enlouquecer...

  • Letra de Mulher

    Continue a nadar, continue a nadar

    Por

      – Hoje eu não deveria ter levantado da cama. Desde o primeiro passo (aquele em...

  • Letra de Mulher

    Falta muito, Pai?

    Por

    Esses dias, uma amiga comentava sobre todas as mudanças que foram causadas pela pandemia que estamos...

  • Letra de Mulher

    Já pro cantinho do pensamento!

    Por

    Começou como um rumor baixinho, já que tratava-se de um problema no outro lado do mundo....

  • Letra de Mulher

    Lambendo os dedos

    Por

    Sou a mais velha de cinco irmãos e já experimentei épocas de privação, não do que...

Para o Topo