Conectado com

Educar para ser sal e luz no mundo

Educação

Educar para ser sal e luz no mundo

Por Ildemar Kanitz
Diretor do Colégio Martin Luther

Que o tempero faz uma boa diferença num bom prato isso não é novidade. Difícil é acertar a medida certa que contente a todos os gostos. A sabedoria de Jesus nos vem através de um de seus ensinamentos:

“Vós sois o sal da terra; ora, se o sal vier a ser insípido, como lhe restaurar o sabor? Para nada mais presta senão para, lançado fora, ser pisado pelos homens.” (Mt 5:13)

E ele segue dizendo: “Vós sois a luz do mundo; não se pode esconder uma cidade edificada sobre um monte”. (Mt 5:14). E este desafio Jesus lança aos seus discípulos e a todos nós hoje em dia.

Qual a receita para educar bem as crianças? Não há receita pronta, mas eis aí um desafio e uma orientação que Deus nos dá hoje para educarmos bem nossas crianças. A educação deve conduzir as pessoas a serem sal e luz no mundo. Além de tantas tarefas que os pais possuem para a educação dos seus filhos, esta é uma das mais importantes e mais nobres: educar os filhos a fazerem a diferença no mundo. Ou seja, educar pessoas que farão a diferença na vida e organização da sociedade. Em outras palavras, devemos educar para formar protagonistas na história da humanidade. Não educar pessoas passivas que ficam observando o que acontece no mundo, mas pessoas pró-ativas que fazem as coisas acontecerem, que tenham visão crítica, iniciativa e tomem atitude diante de diversas situações que a vida apresenta.

Esta perspectiva se dá também no âmbito pessoal/relacional. Cada pessoa pode ser e fazer a diferença na vida de outra. E todos os dias estamos tendo oportunidades. Num gesto de amor por alguém nós podemos testemunhar o amor de Deus pela humanidade e ser um tempero na vida delas, ser uma luz para seus momentos de escuridão.

A melhor forma de educar as crianças é dando o exemplo. Por isso, lembremos de quais exemplos estamos dando às nossas crianças. Estamos sendo pró-ativos? Estamos tomando atitude e fazendo as coisas acontecerem? Ou a passividade predomina na maior parte do tempo?

Quando estes princípios são praticados, toda a sociedade ganha, pois um é para o outro sinal de luz, de esperança, de ânimo e de força para viver a vida com plenitude e dignidade, pois esta é a vontade do Criador.

Seja hoje sal e luz na vida de pessoas e da sociedade. Graça e Paz!

Educação

Continuar Lendo
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais em Educação

  • Educação

    Inovar para inspirar

    Por

    Por Prof. Ms. Adriana da Cunha – Coordenadora Pedagógica do Ensino Fundamental II e Ensino Médio...

  • Educação

    A arte de cuidar e ser cuidado

    Por

    Por Liane M. Stamm Schwingel Psicopedagoga, historiadora e pós-graduada em Gestão Escolar Coordenadora Geral e professora...

  • Educação

    Dinheiro não é tudo, mas ajuda!

    Por

    Por Ildemar Kanitz – Diretor do Colégio Evangélico Martin Luther Como estão as suas contas? Você...

  • Educação

    2021 está aí, e você?

    Por

    Por Ildemar Kanitz – Diretor Colégio Evangélico Martin Luther Vivemos numa sociedade em que ainda é muito...

  • Educação

    2020: um ano perdido na educação?

    Por

    Por Letícia Schach – Coordenadora de Tecnologias Educacionais Mestre na área de Tecnologias e Formação de...

Para o Topo