Conectado com

Virtus in medium est

Educação

Virtus in medium est

Ildemar Kanitz – Diretor do Colégio Evangélico Martin Luther

Eis um dos grandes segredos da vida: a moderação.  A frase acima nos remete ao grande filósofo Aristóteles e a tradução é “a virtude está no meio”.  Ela pressupõe que os extremos, apesar de necessários, não contemplam uma solução completa.

Para inúmeras situações da vida podemos aplicar esta prerrogativa. Ela é solução para muitos problemas e dilemas que vivemos. Vejamos alguns exemplos:

A busca pelo equilíbrio entre razão e emoção. Se prevalecer sempre a razão corremos o risco de nos tornarmos insensíveis; e se a emoção, permissivos demais;

A educação dos filhos não pode ser rígida e nem frouxa. Precisa ser firme mas com flexibilidade;

As cordas de um violão não podem estar apertadas demais e nem soltas;

Até aquilo que é bom e saudável como a água, a atividade física e o amor, se não estiver na medida adequada pode fazer mal à saúde.

Mas o caminho do meio não existe por si só. Normalmente as pessoas têm opiniões que vão mais para os extremos. E isso em si não é um problema. O problema é a insistência obcecada na extremidade.

Em geral para descobrir o caminho do meio é o diálogo. Ambos os lados de um ponto de vista precisam dialogar e ponderar os aspectos e argumentos do outro lado, oposto ao seu.  Um bom diálogo faz pensar e repensar seu ponto de vista e, em conjunto, descobrir um novo caminho. Por vezes nem um e nem outro tem razão, mas juntos encontram a solução.

Nem muito, nem pouco, a virtude está no meio.

Educação

Continuar Lendo
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais em Educação

Artigos Populares

Esporte, Saúde e Qualidade de Vida

Mãe que pedala…

Papo de Homem

Pessoa poderosa

Turminha da Paz

Isabel e Zacarias

Para o Topo