Conectado com

Letra de Mulher

Dracma Perdida

Ontem uma amiga me disse que tinha perdido uma corrente de ouro. Era uma corrente de um valor considerável, tanto financeiro quanto emocional. Minha amiga estava, realmente, muito triste.

A procura pela corrente foi intensa. Ela revirou toda a casa, trocou os forros de cama para se certificar de que não tinha perdido o acessório durante o sono, procurou no local de trabalho e no restaurante onde almoça. Ela também refez os caminhos que tinha feito a pé momentos antes de perceber a sua falta. Sem sucesso, pediu ainda que o seu filho fosse a várias relojoarias, para perguntar se ninguém tinha encontrado a corrente e tentado vendê-la. Todas estas expectativas frustradas explicam a sua tristeza.

Enquanto ela me contava o seu infortúnio, eu pensei: essa história me é familiar. Você também já ouviu uma história parecida, não?

Lembrei imediatamente da Parábola da Dracma Perdida (Lc. 15:8-10). Nesta parábola, Jesus conta que uma mulher perdeu uma das dez dracmas que possuía. Há historiadores que dizem que as dez dracmas eram como um dote dado para o casamento, e teria a simbologia de uma aliança. Isso explica a aflição da mulher ao procurá-la.

Ela acendeu um candeeiro e varreu toda a casa, até encontrá-la novamente e, quando a encontrou, reuniu suas vizinhas para contar a novidade, pedindo que se alegrassem com ela.

Jesus termina a parábola dizendo que também há júbilo no céu quando um pecador se arrepende.

Sabe o que eu acho mais interessante neste trecho da Bíblia? Essa parábola vem acompanhada de outras duas. Imediatamente antes, Jesus fala do homem que tinha cem ovelhas, e de como procurou com afinco quando percebeu que uma delas faltava. Logo depois de contar sobre a mulher que reencontrou a dracma perdida, ele conta a história do filho pródigo e narra a alegria de um pai quando o filho retorna ao lar.

Note, querida, que o primeiro homem perdeu 1% do que tinha. A mulher perdeu 10%, e o pai perdeu 50%, tanto dos bens que deu como herança, quanto dos filhos, já que tinha dois.

Isso pode te trazer a certeza de que não importa se você acha que não tem valor, se a tua autoestima não te permite que se sinta digna de amor. Para Deus, não importa se você é uma entre dez, entre cem, ou entre mil. Ele te procura no meio da multidão e sente a tua falta.

Nenhum dos personagens citados encontrou algo novo. Todos encontraram algo que já lhes pertencia e deixou de pertencer.

Será que você não é uma dracma perdida, que Deus procura diligentemente? Você é uma mulher cristã, já viveu com Cristo, mas perdeu-se “dentro de casa”?

Volte à comunhão. Deixe-se resgatar pelo amor Daquele que te procura e te chama insistentemente, porque não consegue viver sem você.

Um abraço.

Letra de Mulher
Carla Schumann Nogueira

Continuar Lendo
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais em Letra de Mulher

  • Letra de Mulher

    E a louça, já lavou?

    Por

    Você já deu uma segunda chance a alguém que te decepcionou, ou você é daquelas que...

  • Letra de Mulher

    Faxina – tempo de jogar fora

    Por

    Tudo tem o seu tempo determinado, e há tempo para todo propósito debaixo do céu. Tempo...

  • Letra de Mulher

    Pecado, pecadinho ou pecadão?

    Por

    Quantas mulheres são necessárias para trocar uma lâmpada? Eu quis provar que uma só é suficiente,...

  • Letra de Mulher

    Assombrosamente Maravilhosa

    Por

    Na semana passada, tive um pequeno problema de saúde. A bula do remédio receitado pelo médico...

  • Letra de Mulher

    Eu e minha boca grande

    Por

    A frase acima, já pronunciada por mim, provavelmente por você e pela grande maioria das mulheres...

Para o Topo