Conectado com

Turminha da Paz

O pai acolhedor

Esta é mais uma história que Jesus contava aos seus amigos, para ensinar algo importante, história que Ele chamava de parábola. E a nossa história começa assim:

Um homem era muito rico e tinha dois filhos. Um dia, o filho mais novo disse ao pai que queria receber a sua parte da herança e viajar pelo mundo. O pai ficou triste, pois não queria que o filho saísse de casa.

Quando o filho recebeu sua parte da herança, saiu de casa, foi para muito longe e aproveitou a vida com o dinheiro que recebeu, usando-o de forma errada e com coisas que entristecem o coração de Deus. Certo dia, o seu dinheiro acabou, ele não tinha uma casa para morar e estava passando fome.

Conseguiu um trabalho com um homem naquela região e passou a cuidar dos porcos. Tinha tanta fome que queria comer a comida que os porcos comiam, mas ninguém lhe dava. Foi então que ele pensou: “Os empregados na casa de meu pai têm comida à vontade! Vou voltar para casa e pedir para meu pai que me trate como um de seus empregados”.

O filho retornou para casa. Quando seu pai, ao longe, viu ele chegando, correu alegre ao seu encontro. Ao se aproximar, o filho disse: “Pai, sei que errei ao sair de casa, gastei toda a herança que ganhei, não mereço mais ser tratado como seu filho. Peço que me trate como um de seus empregados”. O pai, porém, abraçou o filho bem forte, enchendo-o de beijos, e ordenou a um de seus empregados: “Traga a melhor roupa para o meu filho, coloque um anel em seu dedo e sandália nos seus pés! Porque este meu filho estava perdido e foi encontrado”.

O pai fez uma grande festa agradecendo a Deus pelo filho que retornou para casa. O filho mais velho ficou com ciúme, por tudo que seu pai estava fazendo. O pai então disse ao filho mais velho: “É seu irmão que voltou para casa! Você está sempre comigo, tudo que é meu é seu também. Mas o seu irmão estava perdido e foi reencontrado e nós precisamos festejar e agradecer a Deus pela sua vida”!

Esta parábola nos ensina sobre a família. Como é lindo ver o pai acolher o filho, não se importando com o que ele tinha feito! Tenha certeza de que seus pais, assim como o pai acolhedor da parábola, sempre estarão lhe esperando de braços abertos, para acolher e amar você independentemente do seu estado de vida e isso porque te amam muito! Não tenha medo de sempre conversar com seus pais sobre seus medos, dúvidas e sonhos, pois eles são reflexo do amor de Deus por você.

Outro ensinamento é sobre o filho: vale mais obedecer aos pais do que querer fazer tudo sozinho, não é mesmo?  Peçamos a Deus a graça de sermos bons filhos, para saber valorizar os nossos pais sempre mais! E a sua família, como vai? Já deu um abraço nos seus pais hoje? Se você ainda não fez isso hoje, aproveite a oportunidade e abrace com muito amor seus pais e sinta todo amor de Deus neste abraço.

Turminha da Paz
Jéssika Aline Luft - Professora do Colégio Cristo Rei

Continuar Lendo
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais em Turminha da Paz

  • Turminha da Paz

    Os Talentos

    Por

    Vamos conhecer mais uma parábola que Jesus contou aos seus amigos? A história desta edição vai...

  • Turminha da Paz

    As muralhas de Jericó

    Por

    Hoje, vamos conhecer a história sobre uma cidade chamada Jericó. As pessoas que moravam em Jericó...

  • Turminha da Paz

    A tempestade acalmada

    Por

      Na história de hoje, Jesus está à beira do mar com Seus discípulos, ensinando muitas...

  • Turminha da Paz

    O presente de Jesus

    Por

    Antes de Jesus se entregar na cruz por nós, Ele prometeu que não nos deixaria sozinhos....

  • Turminha da Paz

    A Páscoa com Jesus

    Por

      Você conhece a história da verdadeira Páscoa? A Páscoa é um momento muito importante para...

Para o Topo