Conectado com

Educação para uma família segura na internet

Educação

Educação para uma família segura na internet

Por Ildemar Kanitz – Diretor do Colégio Evangélico Martin Luther

 

Querendo ou não, o mundo está cada vez mais digital, com novos recursos tecnológicos, e a Inteligência Artificial está tomando conta do dia a dia das pessoas e famílias. E isso é muito bom por um lado, pois agiliza processos, facilita em muito a vida e tem muitas outras vantagens. No entanto, como tudo na vida, precisamos ter alguns CUIDADOS e nos proteger dos riscos existentes no mundo digital. É preciso aprender a usar de maneira saudável e segura as ferramentas na internet, como celulares e mídias sociais.

A palavra de ordem para os responsáveis pelas famílias deve ser MONITORAMENTO. Monitorar significa acompanhar, estar de olho, vigiar, ver de perto o que acontece… e esta tarefa cabe aos pais na educação de seus filhos. Especialistas da área nos dão algumas dicas de como podemos agir. Veja algumas delas:

– Cuidado para não perder alguns princípios e valores essenciais à vida, como o diálogo franco e constante. Tire tempo para DIALOGAR e olhar nos olhos de seus filhos. Isso passa a eles segurança. Sinta e saiba o que eles sentem e pensam.

– Entre no mundo virtual para conhecer, saber como como funciona, e desenvolva um olhar crítico sobre esta realidade.

– Não apenas proíba, mas ACOMPANHE o que seu filho está jogando ou vendo na internet. Se possível, jogue com ele ou demonstre interesse pelo que ele faz.

– Fique atento com quem seu filho interage nas redes sociais. Muitas vezes, do outro lado da tela pode estar um grande perigo e risco ao seu filho.

– Crie senhas, bloqueios e filtros nos aparelhos eletrônicos, além de atualizar o antivírus.

– Oriente as crianças e faça-as compreender o que não é bom nem saudável para elas. É importante que elas entendam e aceitem o olhar crítico dos pais.

– Faça com que a criança sinta em você, pai, mãe ou responsável, uma pessoa PARCEIRA, pois isso traz confiança.

– Saiba colocar limites de horários. Não deixe a criança ficar o tempo que ela quiser, pois há riscos à saúde física e emocional da criança.

Fique atento sempre, assim seu filho e sua família estarão sempre seguros.

Educação

Continuar Lendo
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais em Educação

  • Educação

    Inovar para inspirar

    Por

    Por Prof. Ms. Adriana da Cunha – Coordenadora Pedagógica do Ensino Fundamental II e Ensino Médio...

  • Educação

    A arte de cuidar e ser cuidado

    Por

    Por Liane M. Stamm Schwingel Psicopedagoga, historiadora e pós-graduada em Gestão Escolar Coordenadora Geral e professora...

  • Educação

    Dinheiro não é tudo, mas ajuda!

    Por

    Por Ildemar Kanitz – Diretor do Colégio Evangélico Martin Luther Como estão as suas contas? Você...

  • Educação

    2021 está aí, e você?

    Por

    Por Ildemar Kanitz – Diretor Colégio Evangélico Martin Luther Vivemos numa sociedade em que ainda é muito...

  • Educação

    2020: um ano perdido na educação?

    Por

    Por Letícia Schach – Coordenadora de Tecnologias Educacionais Mestre na área de Tecnologias e Formação de...

Para o Topo