Conectado com

Pai que faz a diferença

Pastores

Pai que faz a diferença

Por Pastor Thiago Rodrigo Smaniotto

“Aquele que teme o Senhor possui uma fortaleza segura, refúgio para os seus filhos”.  Provérbios 14:26

Lembra-se da sensação de ver seu bebê pela primeira vez? Indescritível! Receber um abraço sincero daqueles pequenos bracinhos seguidos de um “te amo papai” é capaz de derreter até o mais duro dos corações. Acompanhar cada pequena conquista, ser o playground, o cavalinho, o ombro amigo, o conselheiro, aquele que corrige em amor!  Ser pai é um grande privilégio, mas ser um pai que faz a diferença é uma grande responsabilidade.

O pai que faz a diferença lidera pelo exemplo. Precisamos entender que ser um exemplo para nossos filhos não é apenas mais uma forma de educá-los, mas a principal. A Bíblia não fala apenas de ensinar aos filhos o caminho, mas no caminho. Enquanto trabalha, mostra o que é ter caráter, enquanto resolve os mal-entendidos, mostra o que é ter amor, enquanto ora, lê a Bíblia e vai à igreja, mostra o que é viver por prioridades.

Pais que fazem a diferença investem tempo nos filhos. Paternidade tem tudo a ver com doação, Deus tanto amou o mundo, que se doou a nós. Quem ama prioriza, mas o que muito se encontra, são pais que sacrificam aquilo que é importante por causa do urgente. Parece que tudo ao nosso redor tem o apelo de ser urgente, mas os filhos são importantes demais para serem largados. Pai presente não é aquele que simplesmente não deixa faltar provisão, mas aquele que conversa, conhece, orienta e investe naquilo que nesta terra de fato tem valor. Nenhum sucesso profissional ou financeiro compensa o fracasso da paternidade. Filhos precisam mais dos pais do que de vídeo games e brinquedos da moda.

Um pai que faz a diferença corrige. O rei Davi foi um homem bem sucedido em quase todas as áreas, mas pecou contra seus filhos por não gostar de contrariá-los. O sacerdote Eli colheu amargos frutos por ser conivente com os erros de seus filhos sem se esforçar para corrigí-los. Vivemos uma geração de “pais nutella”, que preferem ver seus filhos sucumbirem às pressões da vida, do que entrar em embates para ensinar o que é certo e o que é errado. Esta correção deve ser feita com amor e moderação, não movida pela raiva ou feita só quando se perde o controle emocional. O encorajamento é também uma grande forma de se corrigir o trajeto; comportamento elogiado é comportamento repetido.

Para finalizar, um pai que faz a diferença cuida da vida espiritual de seus filhos. Por toda a Bíblia é dada ao homem a responsabilidade de conduzir sua família no caminho da salvação. A salvação é individual, mas um pai que teme ao Senhor torna-se refúgio e exemplo para seus filhos, liderando o caminho em direção àquilo que mais importa: um relacionamento com Deus. Mais importante do que termos filhos brilhantes, é termos filhos salvos. Melhor do que filhos com sucesso profissional, são filhos com sucesso espiritual.

Pastores

Continuar Lendo
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais em Pastores

  • Pastores

    Espinho

    Por

    Por Pastora Mariana Wild Desde que o mundo é mundo, o homem atravessa lutas e dificuldades....

  • Pastores

    O peso da culpa

    Por

    Por Pastor Farnei Everaldo Thiele [Eu tenho por certo que todos nós, ou pelo menos a...

  • Pastores

    Como saber se sou mesmo um cristão?

    Por

    Por Pastor Thiago Rodrigo Smaniotto Um cristão é alguém que entendeu que existe por causa de...

  • Pastores

    Sagacidade e ingenuidade

    Por

    Por Pastor Dorival L. Seidel Tem de haver um equilíbrio muito grande entre a sagacidade e...

  • Pastores

    Fomos criados para cumprir um Propósito

    Por

    Por Pastor William Dornellas Muitos vivem a vida hoje sem entender porque existem! Muitos têm uma...

Artigos Populares

Para o Topo